Face à vergonha dos portugueses, Ana Jorge avança...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Face à vergonha dos portugueses, Ana Jorge avança...

Mensagem por flaviorochafaria em Ter 2 Dez 2008 - 21:11

02 Dezembro 2008 - 00h30
Saúde: Ministra Ana Jorge anuncia medidas para aumentar detecção precoce


Testes de sida grátis para utentes do SNS

Os testes para a detecção da infecção do vírus da sida (VIH) passam a ser gratuitos a partir de Janeiro de 2009, anunciou ontem a ministra da Saúde, Ana Jorge.

A governante anunciou a gratuitidade dos testes para todos os utentes do Serviço Nacional de Saúde (SNS) na cerimónia oficial que assinalou o Dia Mundial da Sida. 'É necessária a detecção precoce da infecção, porque surgem muitos doentes diagnosticados numa fase tardia da doença, o que faz aumentar os riscos da doença e de morte.'
Assim, os testes deixam de ser pagos nas unidades de Saúde públicas, ou seja, deixam de ser cobrados os valores das taxas moderadoras (oito euros) para a análise laboratorial, quatro euros para os beneficiários da ADSE, dois euros nos centros de saúde e um euro nos hospitais. Refira-se que os testes são gratuitos, anónimos e confidenciais nos Centros de Aconselhamento e Detecção Precoce do VIH (CAD).
No final da cerimónia, Pedro Nunes, bastonário da Ordem dos Médicos, afirmou estar convicto de que a gratuitidade irá aumentar o número de análises. 'É uma medida importante porque irá permitir que mais pessoas façam o teste, porque sendo gratuito torna-se mais acessível.'
Apesar de considerar que Portugal 'está no bom caminho na luta contra a sida', o bastonário diz que é preciso saber o estado da doença no País. 'Até porque os tratamentos da doença são muito caros', disse. Defendeu, ainda, ser 'necessário desburocratizar o trabalho dos médicos, em especial dos médicos de família, podendo contribuir para o aumento das notificações'. A sida passou a ser uma doença de declaração obrigatória em 2006.
Quem também defendeu a necessidade de conhecer melhor a doença em Portugal foi o responsável pela Coordenação para a Infecção VIH/sida, Henrique de Barros. 'Temos de conhecer melhor a realidade no País e para isso vão ser estabelecidos protocolos com o Instituto de Higiene e Medicina Tropical.' Sabe-se que um milhão de portugueses fez o teste, em 2008, quando entrou numa unidade de saúde, e 25 mil nos centros de aconselhamento. Entre 1200 e 1400 tiveram resultado positivo. Em Portugal, existem entre 20 mil e 22 mil infectados.
SERINGAS EVITAM 7000 INFECÇÕES
O programa de troca de seringas já recolheu cerca de 42 milhões de seringas e terá evitado 7000 novas infecções pelo vírus da sida, permitindo poupar ao Estado 1700 milhões de euros, segundo a Associação Nacional de Farmácias (ANF). Desde o início do programa ‘Diz não a uma seringa em segunda mão’, em 1993, até Junho de 2008, as farmácias recolheram 41 727 977 seringas usadas, segundo dados da ANF.
ABRAÇO INDIGNADA COM AUTARQUIA
A Abraço, associação de apoio a pessoas com VIH/sida, mostrou-se ontem indignada com o facto de não ter conseguido inaugurar o evento ‘ABRAÇO divertido’ no Campo das Cebolas, Lisboa, que junta diversões infantis, com artesanato e informação sobre o vírus. Segundo a presidente da Abraço, Margarida Martins, quatro fiscais da Câmara Municipal de Lisboa (CML) foram ao local, no dia 28 de Novembro, com a 'instrução de obrigar a Abraço a desmontar uma das diversões do espaço. Os técnicos da CML, que estavam no local com o objectivo de ligarem a luz que permitiria a montagem integral do evento, foram instados a desligá-la', revelou. 'Foram emitidas as licenças necessárias para a realização do evento. Isto é um verdadeiro boicote', lamentou. O CM tentou contactar o gabinete do vereador Sá Fernandes, mas tal não foi possível.
A associação das farmácias sublinha que foram evitadas 'mais de sete mil novas infecções pelo VIH nos primeiros oito anos do programa, por cada dez mil utilizadores de drogas injectáveis'. O benefício estimado, em termos de poupança para o sistema de saúde em tratamentos e recursos contra a sida que não foram necessários, é superior a 1700 milhões de euros, acrescenta.
APONTAMENTOS
INFECTADOS NO MUNDO
Em 2007, 2,5 milhões de pessoas foram infectadas, segundo a Organização Mundial de Saúde, elevando para 33,2 milhões as que vivem com o VIH. Nesse ano, houve 2,1 milhões de mortes devido à doença.
MELHORAR A SAÚDE ORAL
Os infectados com o VIH que sejam utentes do SNS vão poder melhorar a saúde oral. A partir de 2009 podem beneficiar de cheques-dentista, tal como as grávidas e idosos que recebem o complemento solidário.
APOIOS NA INVESTIGAÇÃO
O Ministério da Saúde vai apoiar mais a investigação científica nesta área ao atribuir verbas de um milhão de euros para financiar projectos.
MEDICAÇÃO COMBINADA
Em 2009, irá haver articulação entre unidades para a terapêutica combinada: no mesmo local pode ser dada medicação para tratamentos da sida (antirretrovirais), droga (metadona) e tuberculose (antibióticos).
Fonte:
Cristina Serra / J.F.
Correio da Manhã

flaviorochafaria

Número de Mensagens : 56
Localização : Palmela
Data de inscrição : 03/06/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum